A transmissão do HPV ocorre entre pele (ou mucosa) doente e pele (ou mucosa) sadia. Mucosa é o revestimento de órgãos como boca e vagina. Teoricamente, qualquer contato pode transmitir o vírus mas os HPV têm preferência por alguns locais, principalmente a região genital e ânus. Alguns tipos de HPV podem causar verrugas na pele dos dedos, cotovelos, joelhos, como as comuns em crianças. Estes tipos não têm nada a ver com os tipos genitais.

Existe uma diferença entre contaminação e infecção. Contaminar significa transmitir algum microorganismo para outra pessoa ou superfície. Daí a desenvolver uma infecção, há um longo caminho que depende da resposta imunológica do indivíduo. Assim, apesar da possibilidade de contaminação, a existência de lesões fora da região genital é incomum. Além disso, quando uma pessoa toma conhecimento de ser portadora do HPV, provavelmente, já teve a chance de contaminar qualquer local pelo contato sexual e não será a modificação de suas preferências sexuais que evitará o aparecimento de lesões. Caso surjam, serão tratadas. Se por outro lado, você ainda não diversificou muito sua atividade sexual, diria que o baixo risco não compensa limitar sua prática sexual, desde que feita de forma segura. Uma forma de prevenir o contágio é utilizar a camisinha mesmo para o sexo oral.